Roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana

Confira nossa dica de roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana, duas regiões imperdíveis da Itália. Saiba quais são as melhores cidades para conhecer por lá e os principais pontos turísticos para visitar em cada destino, para aproveitar muito.

Outono na Toscana

E depois não deixe de ver a matéria de como economizar muito em sua viagem à Itália. É a matéria mais acessada do blog e vai te ajudar muito com todo o planejamento da viagem. São várias dicas imperdíveis que vão fazer você economizar MUITO (muito mesmo) e montar toda a sua viagem à Itália. Agora, veja tudo sobre o roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana.

Dias 1 e 2: Florença

Comece seu roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana em Florença, capital da Toscana. Situada no coração dessa região, é uma cidade linda e com uma atmosfera totalmente romântica. Separe dois dias inteiros para conhecer os principais pontos turísticos de Florença.

Vista de Florença

Dentre as principais coisas que você pode fazer em Florença, estão apreciar os belíssimos afrescos e obras de arte da Catedral di Santa Maria del Fiore, curtir as coleções e instrumentos do cientista Galileo Galilei no Museo Galileo, fazer umas comprinhas no Mercato di San Lorenzo ou até curtir uma caminhada atravessando a Ponte Vecchio.

Ponte Vecchio em Florença no verão

Visite a Galeria Uffizi e a Galleria dell’Accademia, para apreciar suas belas obras de arte. Caminhe, também, pelas margens do Rio Arno, e suba até a Piazzale Michelangelo, para vistas panorâmicas de tirar o fôlego. Todos estes passeios são incríveis e remetem muito a história de Florença, portanto a melhor pedida para qualquer turista.

Piazzale Michelangelo em Florença

Dia 3: Pisa e Lucca

No dia seguinte, nós indicamos que você vá a Pisa de manhã, outra cidade bastante conhecida na Toscana. Ela está a cerca de 88 km de Florença. Reserve entre 3 e 4 horas para visitar seus principais pontos turísticos, como a famosa Torre de Pisa, o Batistério de Pisa, a Catedral de Pisa, a Igreja Santa Maria della Spina e o Pallazzo dei Cavalieri.

Vista de um dia ensolarado em Pisa

Almoce em um dos melhores restaurantes em Pisa e já siga para Lucca, a pouco mais de 20 km de distância. Lucca é uma cidade pequena, à beira do rio Serchio, cercada por grandes muros renascentistas. Por lá, você pode visitar praças, museus, igrejas, jardins e outros pontos turísticos encantadores. Depois, retorne a Florença e aproveite para passear por lá e jantar em um de seus restaurantes.

Vista de Lucca na Itália

Dia 4: Siena

No dia seguinte, vá para Siena, uma cidade bonita e bem tranquila na região da Toscana. Ela está situada na Província de Siena, a aproximadamente 76 km de Florença. A cidade é pequena e em um dia, você conseguirá ver seus principais pontos turísticos. Por lá, visite a Catedral de Siena e explore a grande Piazza del Campo, onde estão a Torre del Mangia e o Palazzo Pubblico.

Piazza del Campo em Siena

Em Siena, também vale a pena conhecer o Orto de Pecci e a fortaleza Rocca di Montestaffoli. Além disso, há museus imperdíveis na cidade. Não deixe de visitar o Museo dell’Opera del Duomo, o Museu Santa Maria della Scala, o Museo Cívico e muitos outros. Nossa dica é que você se hospede em Siena neste dia, para conhecer as outras cidades ao redor.

Museo dell'Opera del Duomo em Siena

Dia 5: San Gimignano

Próximo a Siena, a uma distância de 42 km, está San Gimignano, uma das cidades mais famosas da região da Toscana. Ela possui um estilo medieval diferenciado e é bastante histórica. Por ser uma cidade pequena, é possível conhecer os principais pontos turísticos de San Gimignano em apenas um dia. E, ao final, retornar à sua hospedagem em Siena.

Cidade de San Gimignano

Visite a Rocca di Montestaffoli, a antiga fortaleza da cidade de San Gimignano. Outras atrações imperdíveis na cidade são a Piazza della Cisterna, a Igreja Colegiada e o Palazzo Pubblico. Ao lado deste último, está a Torre Grossa. Ela possui cerca de mil degraus e em seu topo, oferece uma vista panorâmica inesquecível.

Piazza della Cisterna em San Gimignano

Dia 6: Montalcino e Montepulciano

Em seguida, faça um bate e volta para as cidades de Montalcino e Montepulciano, ao sul na Província de Siena. Elas são parecidas e encantadoras, inclusive pequenas, o que possibilita um passeio pelas duas regiões em apenas um dia. Montalcino está a cerca de 42 km da cidade de Siena e é bastante conhecida por suas vinícolas.

Cidade de Montalcino

Na cidade, são produzidos os famosos vinhos Brunello di Montalcino, renomado no mundo inteiro, e Rosso di Montalcino. Também vale a pena passear pelo centro histórico e conhecer a fortaleza de 1361. Outros pontos turísticos imperdíveis são a Catedral de Montalcino, a Piazza del Popolo, o Palazzo dei Priori e a Igreja da Madonna del Soccorso.

Catedral de Montalcino

Logo depois, viaje até Montepulciano, a uma distância de aproximadamente 36 km. Situada no topo de uma colina, essa cidade também é charmosa e tranquila. Ela conta com vários vinhedos e produz o Vino Nobile di Montepulciano, bastante conhecido e apreciado.

Cidade de Montepulciano

Há diversos pontos turísticos em Montepulciano. Entre eles, a Piazza Grande, onde estão Duomo di Montepulciano e o Palazzo Comunale. Conheça ainda o Museo Civico Pinacoteca Crociani e o Palazzo Aragazzi, que oferece uma das vistas mais encantadoras da região. E para fazer compras, o melhor lugar é a Via del Corso, que abriga lojas de produtos variados.

Duomo di Montepulciano

Dia 7: Arezzo e Cortona

No próximo dia, vá para a cidade de Arezzo. Situada no topo de uma colina na Toscana, ela está a cerca de 75 km de Siena e possui uma paisagem repleta de edifícios renascentistas. Há diversos pontos turísticos em Arezzo interessantes, como a Piazza Grande, a Basílica de San Francesco, o Museo Diocesano di Arte Sacra, a Casa Vasari e muitos outros.

Piazza Grande em Arezzo

Ainda no mesmo dia, visite a pequena cidade de Cortona, a pouco menos de 30 km de Arezzo. Por também estar no topo de uma colina, ela oferece uma vista magnífica do Vale do Chiana. Algumas de suas principais atrações são o Museo Diocesano, o Palazzo Comunale e o Eremitério Le Celle, fundado por São Francisco de Assis. À noite, retorne para Siena.

Cidade de Cortona

Dia 8: Sorrento, Positano e Praiano

No dia seguinte, vá bem cedo até a belíssima Costa Amalfitana, na Província de Salerno. Você pode estabelecer-se na cidade de Sorrento, uma cidade na região de Nápoles com hospedagens mais baratas. De lá, já parta para iniciar o seu roteiro de pontos turísticos em Positano, um dos principais vilarejos da região.

  • Sorrento fica a uma distância de 472 km de Siena e, por ser uma viagem longa, você pode fazer paradas ao longo do caminho em belas cidades, como Nápoles.
  • Se você deseja incluir a capital italiana em seu roteiro, já que ela está entre essas duas regiões, veja as nossas dicas de roteiros em Roma para se programar melhor.

Positano

Não deixe de ir até as principais praias de Positano, que são de tirar o fôlego de tão bonitas. Outro lugar imperdível é a igreja de Santa Maria Assunta, construída em homenagem a San Vito, que abriga várias obras sacras, inclusive uma estátua bizantina de uma Madonna negra. Na cidade, também há vielas charmosas, bons restaurantes e lojas artesanais.

Praia em Positano

Em seguida, vá até Praiano, um pequeno vilarejo a cerca de 7,6 km. Ele é bastante sossegado e oferece paisagens encantadoras, com penhascos e muita natureza. Por lá, desfrute das praias Gavitella e Marina di Praia, visite as igrejas San Gennaro e San Luca Evangelista e, por fim, aprecie as ruínas da Torre a Mare.

Praia Gavitella em Praiano

Retorne a Sorrento e encerre seu dia por lá. A cidade conta com lugares interessantes, como a Catedral de Sorrento e a Marina Grande, uma antiga vila de pescadores. Outra atração imperdível é a Piazza Tasso, a principal praça da cidade, assim como a Villa Comunale, um parque perfeito para assistir a um pôr do sol inesquecível.

Piazza Tasso em Sorrento

Dia 9: Grotta dello Smeraldo e Amalfi

Logo depois, vá para Amalfi, a capital da Costa Amalfitana localizada a aproximadamente 31 km de Sorrento. No trajeto para essa cidade, está a Grotta dello Smeraldo, um ponto turístico bastante interessante. Essa grande gruta fica abaixo da rodovia e você pode acessá-la apenas por barcos. Portanto, reserve esse passeio com antecedência.

Interior da Grotta dello Smeraldo

Na Grotta dello Smeraldo, você encontra águas cristalinas e uma paisagem natural belíssima. É uma experiência inesquecível. E, então, siga para Amalfi, uma cidade portuária do Mar Mediterrâneo e um dos destinos mais procurados da região. Há vários pontos turísticos por lá, principalmente no centro histórico, como a Praça de Amalfi e a Igreja Duomo di Sant’Andrea.

Cidade de Amalfi

As praias em Amalfi são estonteantes e na cidade, estão diversos lugares envoltos por arquitetura uma completamente diferente e várias influências bizantinas, árabes e barrocas. Entre as melhores praias, estão a Marina Grande, bastante requisitada por turistas e moradores locais, e Duoglio, com atividades marítimas.

Praia em Amalfi

Dia 10: Atrani e Ravello

O próximo destino é Atrani, um pequeno vilarejo situado entre duas falésias, que está a 32 km de Sorrento. A região é bem charmosa, com casas coloridas e vista do mar. Aproveite a agradável Praia de Atrani e, logo após, passeie pela Piazza Umberto I, também conhecido como La Piazzetta di Atrani. O local é o centro urbano da cidade e conta com restaurantes, bares e lojas.

Vista de Atrani

Ainda em Atrani, visite a Igreja de San Salvatore de Birecto e aprecie seu estilo Barroco. Também suba até o topo da Igreja de Santa María del Bando, a 150 metros acima do nível do mar, que proporciona uma vista panorâmica inesquecível. Depois, vá para Ravello, uma das cidades mais românticas da região, situada a apenas 6 km de Atrani.

Cidade de Ravello

Separe o restante do seu dia para explorar Ravello. Esse destino é deslumbrante, com ruelas repletas de jardins, montanhas cheias de flores e restaurantes magníficos. Passeie pelos pontos turísticos de Ravello, como a Duomo di Ravello, a Villa Ruffolo e, claro, as praias.

Duomo di Ravello

Dia 11: Minori, Maiori e Cetara

Para conhecer outras cidades da Costa Amalfitana, uma opção disponível é utilizar um barco que sai de Amalfi e passa pelas cidades de Minori, Maiori e Cetara. Outra alternativa é ir com um carro alugado. Inicie seu dia em Minori, um pequeno povoado a 35 km de Sorrento e apenas 4 km de Amalfi. Lá, desfrute da Praia de Minori e suas águas tranquilas.

Vista da cidade de Minori na Costa Amalfitana

Em seguida, visite a Piazza Centrale, a Basílica de Santa Trofimena e o Museu Antiquarium. Já para quem deseja um passeio diferenciado, Minori abriga um sítio arqueológico do século I, chamado Villa Romana. E, então, parta para Maiori, a uma distância de 2,5 km. Essa cidade oferece a bela Praia de Maiori e outras atrações, como sua principal rua Corso Reginna.

Praia de Maiori

Conheça, ainda, o Palazzo Mezzacapo, a Igreja Collegiata di Santa Maria a Mare e o Castello di San Nicola. Outro ponto turístico interessante é o complexo de Santa Maria Olearia, pois conta com três pequenas igrejas que foram escavadas na rocha. O próximo destino na Costa Amalfitana é a cidade de Cetara, a cerca de 10 km de Maiori.

Vista da cidade de Maiori na Costa Amalfitana

Em Cetara, visite a Torre di Cetara, a Igreja Franceso d’Assisi e a Igreja de San Pietro Apostolo. Também, caminhe por ruas charmosas e vá até a pequena marina para apreciar os barcos coloridos no local. A cidade é conhecida por oferecer o melhor peixe de toda a Costa Amalfitana, então não deixe de experimentá-lo em um agradável restaurante local.

Vista da cidade de Cetara

Dia 12: Vietri sul Mare e Salerno

Outra cidade interessante na Costa Amalfitana é Vietri sul Mare, que está a 52 km de Sorrento e a 21 km de Amalfi. Por lá, conheça a Igreja de San Giovanni Battista, a Marina e a Villa Comunale. Esta última é um parque municipal com um belo jardim, uma decoração interessante e um anfiteatro, onde é possível assistir a diversos shows e eventos que acontecem durante o ano.

Rua com casas coloridas em Vietri sul Mare

A cidade de Vietri sul Mare é famosa por estar repleta de cerâmicas coloridas, seja em suas atrações ou nas pequenas ruas com casas coloridas. Você também pode apreciá-las no Museu da Cerâmica e na Fábrica de Cerâmica Solimene. A uma distância de 6 km de lá, está Salerno, que não faz parte da Costa Amalfitana mas, ainda assim, é um destino que vale a pena conhecer.

Vista da cidade de Salerno

Em Salerno, há um centro histórico imperdível, onde está a rua mais antiga da cidade, chamada Via Mercanti. Passeie por lá e visite outros pontos turísticos, como a Catedral de Salerno, Trieste Lungomare e a Piazza della Liberta. Já o Castelo de Arechi é uma antiga fortaleza medieval, onde você pode apreciar uma vista fantástica da região.

Vista da Piazza della Liberta em Salerno

Dias 13 e 14: Ilha de Capri

Se você tiver mais dias em sua viagem, vale a pena incluir a Ilha de Capri em seu roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana. Dividida em duas cidades, Capri e Anacapri, ela está a 93 km de Sorrento e é possível acessá-la com carro alugado ou ferry boat. A nossa dica é ir de ferry boat, reservando com antecedência, para não precisar procurar estacionamentos na região.

Vista de Capri

Aproveite as melhores praias em Capri, como Praia Marina Grande e Praia Marina Piccola, com paisagens naturais maravilhosas e ambientes agradáveis. Logo após, faça um passeio de barco coletivo em volta da ilha, com parada na Gruta Azul. Durante o rápido percurso, você passará por formações rochosas, diversas grutas e praias desertas.

Praia Marina Grande em Capri

Passeie pela Piazzeta di Capri, uma pequena praça no coração da cidade que oferece ótimos restaurantes e cafeterias. Conheça, ainda, a Igreja de Santo Stefano e a Piazza Vittoria, onde é possível pegar um teleférico para subir o Monte Solaro. Também vale a pena passar pela Via Camerelle, a rua mais badalada e chique da região, com várias lojas de grife.

Via Camerelle em Capri

Ainda na Ilha de Capri, siga para Anacapri. Nessa comuna, visite a Igreja de Santa Sofia, o Museu Casarossa e o museu Villa San Michele, onde se encontra um jardim encantador. Outra opção de passeio é ir até o Farol de Punta Carena. Ele é bem interessante e um ótimo lugar para assistir a um pôr do sol inesquecível.

Museu Casa Rossa em Anacapri

Ingressos de atrações e passeios da Itália mais baratos

Uma dica para economizar com a compra dos passeios e ingressos da Itália é comprar os ingressos antes pela Internet, que além de serem sempre mais baratos, você economiza um bom tempo que perderia nas filas das bilheterias e já viaja com os ingressos em mãos. Um site legal que nós sempre utilizamos é esse Site de Ingressos da Europa que vende ingressos para os principais pontos turísticos e passeios de Roma, Florença, Veneza, Milão e de toda a Europa.

Eles são um dos maiores vendedores de ingressos de passeios e pontos turísticos de todas as cidades do mundo, o site está em português e o bom é que você compra todos os seus ingressos da viagem em um único lugar, ao invés de ficar comprando no site de cada atração. É muito mais prático, você tem um atendimento excelente para resolver qualquer problema ou dúvida que tiver e os preços são ótimos e muitas vezes mais barato do que no próprio site da atração.

Ingressos de atrações e passeios de Roma

Facilitou bastante nossas viagens e ajudou a economizar um bom tempo comprando, nas filas e a economizar dinheiro. Prepare-se, pois as opções de passeios são enormes e dá vontade de fazer todos. Depois de comprar, você recebe por e-mail o voucher e todas as informações, tudo bem detalhado.

Há diversas opções de passeios e atrações legais, para cada tipo de gosto. Nos principais pontos turísticos da cidade, você pegaria filas enormes se deixasse para comprar lá na hora. Os passeios de Roma que são imperdíveis e que mais indicamos são:

  • Coliseu de Roma
  • Fórum Romano e Palatino (o ingresso do Coliseu já dá direito a entrar nesses dois)
  • Basílica de São Pedro, que é o Vaticano
  • Museu do Vaticano
  • Castelo de Santo Ângelo
  • Ônibus turístico Hop on Hop, que é ótimo para conhecer a cidade e ficar se deslocando por lá

O Seguro Viagem é obrigatório para a Itália e Europa

Uma dica importantíssima que reforçamos para todos que estão planejando ir à qualquer país da Europa é que não se esqueça que fazer um Seguro Viagem Internacional é obrigatório para viajar para lá. Veja nossa matéria de Seguro Viagem para Europa com tudo o que você precisa saber sobre o assunto, quais são os melhores seguros e dicas para fazer um excelente seguro por um preço incrível economizando muito.

Dicas para aproveitar melhor sua viagem à Itália

Agora que você já viu tudo sobre o roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana, uma dica importante é que alguns pontos turísticos, cidades legais e vinícolas são um pouco afastados, e uma ótima opção para aproveitar melhor sua viagem pela Itália é alugar um carro. Muitos brasileiros estão optando por alugar um carro na Itália para poder conhecer melhor todas as cidades, principalmente as da Toscana.

As estradas são lindas, você conhece várias cidades do interior e vilarejos, e pode fazer roteiros incríveis de carro como Roma, Milão, Florença, Pisa, Veneza, conhecer as belas praias da Costa Amalfitana, Siena, Lucca e explorar bem a Toscana. A Itália é um país em que alugar um carro é essencial. Se quiser, veja nossa matéria de como alugar um carro na Itália com dicas de como alugar um excelente carro por um preço incrível com super comparadores de preços, os roteiros mais famosos e tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Aluguel de carro na Itália

Use seu celular à vontade na Itália e na Europa

Poder usar seu celular na Itália, na Europa e em qualquer outro lugar do mundo é ótimo, pois ele acaba sendo muito útil. Você pode usar os aplicativos dos pontos turísticos e das cidades, os aplicativos de cupons de desconto, se for alugar um carro você economiza uns 100 euros por não precisar alugar um GPS pois poderá usar o do celular, pode pesquisar os endereços e horários dos lugares, ver a previsão do tempo para se planejar para os passeios e lógico ficar conectado com todo mundo através de aplicativos e postar suas fotos da viagem à Itália nas redes sociais.

Se quiser, veja nossas dicas de como usar o celular à vontade na Europa. É super barato e você vai poder usar seu celular o dia inteiro em Roma, Florença, Veneza, Milão, Toscana e qualquer lugar da Itália. E usando a internet do seu celular você poderá pesquisar tudo sobre o roteiro pela Toscana e Costa Amalfitana para quando estiver lá.

Usar o celular na Itália

Veja outras matérias legais da Itália:

O que fazer em Roma: Principais atrações, passeios e lugares da cidade.
Guia da Toscana: Tudo o que você precisa saber sobre a Toscana.
Como levar dinheiro para Itália: Melhores formas de levar e comprar seus euros.
Dicas para viajar de trem pela Itália: Dicas, melhores empresas e passagens baratas.